domingo, 16 de setembro de 2018

BOCA NO TROMBONE...






101 comentários:

Ryan Wisler disse...

Hello Im an American student, I saw this blog when I was studing about the emerging countries and the falling birth rates. And I saw the report about this case in brazil, here at this blog. Then I translated the blog. It helped me a lot.

Thank you Mr.S.Neto and good job!
Bye!Bye!

Prof. Armando S. Neto disse...

Thank you, dear friend Ryan! When needed, I hope I can help you again. A hug!

Jon Kheust disse...

Ich mochte Ihr Blog ist voll von Informationen und Kultur
Ich komme aus Deutschland und ich liebte Ihrem Blog.

Prof. Armando S. Neto disse...

Ich war glücklich, für Deine Meinung! Ich hoffe, ich kann Ihnen helfen, wenn nötig. Bis bald!

Jon Kheust disse...

Ich bin wieder da! Ich meine es wirklich genossen dieses Blog, und ich besuche verschiedenen Standorten und suchen Studie von Südamerika Diese Idee war mein Professor Arne Friedrich mit einem Projekt, so dass wir am Ende mit dieser Idee, dass wir fremdenfeindlich sind. Wir wollen wissen, wie sind die Studien in anderen Ländern, lernen neue Kulturen. Ich werde mit meinen Klassenkameraden zu teilen. Vielen Dank!Bald wieder unter Angabe der E-Mail von meinem Lehrer in Berührung zu kommen. Und Sie wissen mehr über das Projekt.

Prof. Armando S. Neto disse...

Lieber Jon, ich bin sehr interessiert an Fragen im Zusammenhang mit verschiedenen Kulturen. Ich bin Lehrer in Sao Paulo, Brasilien, und zusammen mit zwei Kollegen, auch Lehrer, zu analysieren und besser verstehen wir unsere Welt so beunruhigt. Leider ist die Idee verbreitete Fremdenfeindlichkeit in Europa und den Vereinigten Staaten, so sind wir froh, um Informationen auszutauschen. Ich freue mich auf neue Kontakte und, wenn sie irgendwelche Informationen benötigen, sich wohl fühlen, uns zu kontaktieren. Ich, meine Kollegen und die Schule, wo ich arbeite, von Rotary International kontrolliert, werden wir glücklich sein!

Mirella Chessa 9C disse...

Olá professor, tudo bem?
Adorei saber que fui uma das vencedoras do Desafio, parabéns a todos!
Como o assunto do fórum é sobre o Paraguai, encontrei no site do Terra, uma notícia bem interessante, que é sobre a crise política do Paraguai que acabou se "espalhando" pela região.
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5867339-EI20486,00-Crise+no+Paraguai+entenda+as+visoes+dos+paises+vizinhos.html
Tenha um bom descanso, beijos e até mais! Mirella Chessa 9C

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Mirella, obrigado pela dica sobre o Paraguai! É interessante observar como cada país reage de formas diferentes sobre uma mesma questão! Valeu!
Parabéns por ter sido uma das escolhidas. Seu trabalho estava muito bom! Desejo-lhe, também, um ótimo descanso. Boas férias!!!

Mirella Chessa 9C disse...

Olá, professor, tudo bem?
Estava vendo tv e acabou passando uma notícia sobre uma enchente que houve na China, bem grave por sinal. Quando fui procurar na internet algum link para te mandar, acabei vendo que houve também na Coreia do Norte. Parece que essa tempestade que houve foi uma das mais fortes dos últimos 60 anos. Quando vi a notícia lembrei das aulas e, principalmente, de você falando que com certeza aconteceria alguma catástrofe.
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2012-07-28/enchentes-deixam-mortos-na-coreia-do-norte-e-china.html
Bom, bom restinho de férias, beijos e até a próxima!

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Mirella! Esse tipo de tempestade ocorreu muito neste mês. Em meados de julho teve também no sul do Japão, causando algumas mortes. É claro que nem sempre isso ocorre por causa das monções, mas, nesta época do ano,esse clima típico é o que mais provoca esse tipo de catástrofe.
A matéria que vc enviou é interessante e, pela localização e pela época do ano, podemos ter quase certeza do motivo dessa ocorrência, embora a matéria não cite as monções. Bem, mais uma vez, obrigado pela sua participação e pela dica, Mirella! Valeu! Bom final de férias pra você. Nos vemos nesta semana. Até mais!!!

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá!

Esse conteúdo deve estar escrito em seu caderno, tanto em texto quanto em exercícios. Mas vamos tratar novamente:
Com a economia mundial globalizada, a tendência comercial é a formação de blocos econômicos. Estes são criados com a finalidade de facilitar o comércio entre os países membros. Adotam redução ou isenção de impostos ou de tarifas alfandegárias e buscam soluções em comum para problemas comerciais.

Resumindo, o comércio entre os países constituintes de um bloco econômico aumenta e gera crescimento econômico para os países. Geralmente estes blocos são formados por países vizinhos ou que possuam afinidades culturais ou comerciais. Esta é a nova tendência mundial, pois cada vez mais o comércio entre blocos econômicos cresce. Economistas afirmam que ficar de fora de um bloco econômico é viver isolado do mundo comercial. Os blocos se tornaram importantes com a aceleração da globalização, pois ele aumentou a concorrência entre os países. Para se fortalecerem e competirem melhor, alguns países se uniram, formando os blocos econômicos.
Bem, espero ter ajudado! Um abração!

Marina Bonadio disse...

Professor, eu queria dizer que eu gostei muito do site Brasil Escola, me ajudou muito a estudar para a prova, muito interessante, obrigada por deixar o link no site!

Ah, eu vi a charge dessa semana, e eu achei uma outra muito interessante, o link é esse: http://3.bp.blogspot.com/_PWJ96YwU-Ag/SYt8QTbo2oI/AAAAAAAAAEo/LhqdIPYoJFo/s400/charge_grd_436.jpg

Abraço!!

VANÚCIA MOREIRA disse...

Professor, Amei seu blog! Estive no site Educadores Multiplicadores e vi seu blog lá. Meu nome é Vanúcia, também sou professora de geografia e tenho um blog: www.professoravanucia.blogspot.com, gostaria que visitasse! Já estou seguindo seu blog! Não encontrei o link para adicioná-lo em meu blog. Você me deu muitas dicas de como deixar um blog bem atrativo! Parabéns! Aguardo sua visita!

Anônimo disse...

Olá novamente professor!
Baixei o power point sobre a população dos Estados unidos.
Estava estudando através dele e da apostila, mas ainda não consigo entender os fatores que faz uma área ser de repulsão ou atração, você poderia me explicar novamente?
Abraços!
Iago 8 ano E

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Iago!
Ainda nesta semana faremos a correção dos exercícios e eu voltarei a explicar esse tópico. Mas vou tentar resumir: áreas de repulsão são cidades muito grandes e movimentadas, que, por isso mesmo, apresentam muitos problemas como congestionamentos, custo de vida elevado, infraestrutura (transportes, energia elétrica, segurança, etc) insuficiente, etc. Tudo isso faz com que pessoas e empresas decidam procurar por outras regiões (por isso é chamada de área de repulsão).
Já as áreas se atração são o contrário: são cidades que cresceram há pouco tempo, têm boa infraestrutura, abrigam empresas que produzem alta tecnologia, mão-de-obra qualificada, grandes universidades que formam essa mão-de-obra, etc. No caso específico dos Estados Unidos, existem também outros motivos, que vamos voltar a analisar em aula. Bem, espero ter ajudado um pouco. Valeu, até a próxima!

Mauricio 9ºA disse...

Professor, eu estava estudando o canal do panamá e vi um site muito bom. Este é no site: http://www.apolo11.com/curiosidades.php?titulo=Aprenda_como_funciona_o_Canal_do_Panama&posic=dat_20061006-095111.inc

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Maurício! Esse site é muito interessante, realmente. É o mesmo site que está aqui no blog, na parte de animações, e que foi apresentado em aula para vocês. Você não estava presente naquela aula?
Bem, de qualquer forma, obrigado pela participação. Valeu!!!

Victor Sartori 1ºE disse...


Olá professor eu fui seu aluno ano passado, porém por meio desse comentário queria agradecer pelas ótimas aulas que o senhor me deu pois eu estava fazendo um curso de comercio exterior na etec e tivemos que fazer um trabalho sobre os BRIKS e com o conhecimento que eu tinha adquirido das suas aulas mais algumas pesquisas consegui a melhor nota da sala, portanto me achei no dever de agradecer o senhor pelas ótimas aulas.

JORNAL DO BRASIL disse...

Professor, qual a causa da formação do deserto do atacama??Obrigada

Prof. Armando S. Neto disse...

O deserto do Atacama se formou, principalmente, por causa da corrente marítima de Humboldt, que é fria e passa pelo oeste da América do Sul. Por ser fria, essa corrente marítima esfria o ar que está sobre o oceano e, quando os ventos úmidos vindos do Pacífico chegam a esse local, a umidade se condensa (por causa do frio) e se transforma em nuvem, provocando chuvas no oceano. O ar, então, chaga seco ao continente, por isso, não há chuvas, formando o deserto do Atacama. Espero ter ajudado!

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Victor! Fiquei muito feliz pelas suas considerações. Entretanto, o mérito é todo seu! Não fosse seu empenho e esforço, as aulas seriam em vão. Portanto, é você quem merece os parabéns!
Valeu, meu velho, um abração! Se precisar de algo, basta "dar um toque".

Guilherme Goulart disse...

Oi professor é o Guilherme 9ºA eu queria te passar uma informação que eu vi na Wikipédia, sei que as provas acabaram e tal mais só queria deixar isso aqui acabei achando sem querer hehe

Xi Jinping é escolhido o novo secretário-geral do Partido Comunista da China e sucessor de Hu Jintao na Presidência da República Popular da China.

Mirella Chessa 9ºC disse...

Boa tarde, professor, tudo bem?
Nessa semana passou em um noticiário da Rede Globo que, novamente, estávamos passando por um período de seca na região do Nordeste brasileiro. Infelizmente não tive tempo de te mandar a notícia, pois estava na semana de prova. Então procurei e acabei encontrando uma notícia bastante interessante sobre o Nordeste ter água, mas o acesso à mesma não está democratizado.
Link da notícia: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/11/22/especialistas-dizem-que-nordeste-tem-agua-mas-falta-distribuicao/
Beijos, boa semana e até mais!!

Prof. Armando S. Neto disse...

Mais uma vez, obrigado pela sua contribuição Mirella. Essa problema no Nordeste existe há muito tempo e, infelizmente, tudo indica que permanecerá por mais um longo período. Verei a notícia sim! Muito obrigado!!

Professora Jackie disse...

Oi Professor, sou a Jackie e tenho meu blog voltado para Geo e atualidades para ENEM e Vestibulares, gostei muito de seu trabalho, forte abraço e aguardo retribuição da visita! Serás sempre bem vindo, inclusive para comentar e auxiliar em minhas postagens!

http://blogjackiegeo.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

professor eu qeria saber porque qe as aguas maritimas sao salgadas juan 8b

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Antônio!
Bem,a reposta não é tão simples, mas a Revista escola publicou, há algum tempo,uma resposta bem legal para essa pergunta:
Toda água contém íons, inclusive a encontrada em rios e lagos. Nos oceanos, a quantidade é maior devido a um processo que começou há milhões de anos. A chuva foi diluindo os minerais presentes na superfície terrestre, carregando-os para o mar. Ao mesmo tempo, vulcões submersos foram lançando elementos químicos na água, contribuindo para o aumento da salinidade. Esses fenômenos ocorrem até hoje. Estima-se que os oceanos recebam anualmente 2,5 milhões de toneladas de sais variados. Isso quer dizer que os mares ficam mais salgados a cada ano? Não, pois eles também perdem sal. Moluscos, crustáceos, estrelas do mar, ouriços e tartarugas, entre outros animais marinhos, utilizam o sódio e o cálcio diluídos na água para construir suas conchas e carapaças. É por isso que a salinidade média de mares e oceanos ao redor do mundo mantém-se mais ou menos estabilizada em 35% - ou seja, 35 gramas de sais (principalmente cloro e sódio) para cada litro de água.

Espero que tenha compreendido. Um abração, Antônio!

Leticia Bonassa disse...

Oi professor, Hj na nossa aula do 8B vc explicava das zonas climaticas lembra? E disse que as zonas glaciais sao mais geladas que a temperada por que recebem menos incidencia de raios solares certo? Entao as zonas glaciais ficam "de noite" o ano todo?

BJ
Leticia Bonassa 8B

Prof. Armando S. Neto disse...

Boa pergunta, Letícia!
Na verdade, não fica noite durante o ano inteiro, mas por aproximadamente
seis meses. O sol chaga até as regiões polares, mas bem fraco. Como a Terra
é inclinada, durante seis meses fica dia um um hemisfério e noite no outro.
Seis meses depois, graças ao movimento de translação, a posição se inverte:
onde era noite passa a ser dia e onde era dia, passa a ser noite.
Bem, espero ter respondido. Se você não entendeu, me pergunte na aula para
que eu te explique melhor, ok?
Abração e até a próxima...

Larý alves disse...

professor eu achei interessante está charge, se poder ver eu agradeço!
aqui esta o link:
https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/421548_386648158099373_997997611_n.jpg

Prof. Armando S. Neto disse...

Tem razão, Larissa, é uma charge muito interessante, realmente. Fica muito claro que, enquanto alguns têm muita riqueza, outros nada têm! Seria muito bom se todos tivessem o suficiente para viver, não é?
Muito obrigado pela sua participação e colaboração! Quando puder, mande novas colaborações! Valeu, um abração!

Bia*-* disse...

Professor, olhe este vídeo, achei muito interessante,tem informações muito boas, mesmo sendo um pouco antigas! http://youtu.be/U73YcphQEW8

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Bia! Muito obrigado pela dica, realmente é interessante! Já salvei em meu computador. Obrigado pela participação. Valeu!!

HENRIQUE VECCHIO 9C disse...

OLA PROFESSOR! QUERIA SABER SE A RC TERA UMA NOTA DIRETA, OU SO VALERA CASO EU PRECISE DE NOTA NO FIM DO TRIMESTRE? QUERIA SABER TAMBEM QUANTO VALE CADA RC, OU NAO POSSUI VALOR DEFINIDO? A CORRECAO DA RC SERA ENVIADA AO MEU E-MAIL (EU ENVIEI)? MUITO OBRIGADO PELA ATENCAO, UM ABRACO, GOSTO MUITO DAS SUAS AULAS!!! TE GOSTO MUITO! FALO!

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Henrique!
Todas essas informações já foram exaustivamente passadas, mas vamos a elas novamente: a RC só terá valor se você não obtiver nata azul no fim do trimestre, mas também poderá ser usada no final do ano para fechar os 18 pontos (apenas de TODAS forem feitas). Não há um valor definido para cada questão e a correção será postada aqui no blog neste fim de semana (no dia 09/3).
Bem, espero ter respondido. Eu também aprecio muito suas considerações em sala de aula, são muito inteligentes! Um abração, meu velho!

Anônimo disse...

olá professor boa noite gostaria de saber se alem do BRICS existem mais paises se destacando no desenvolvimento,IDH ... e oque classifica o grupo BRIS se é o PIB,IDH ou outra forma??? grata

giovanna giorgi 8 ano

Anônimo disse...

Oi professor,
Hj na aula me surgiu uma duvida, O Brasil e um pais tropical, pq esta na zona tropical, entao, a Africa, Astralia e outros paises tbm sao tropicais?
eles tem a vegetacao parecida com a do Brasil?


Obg, bj
Leticia B.
8B

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Giovanna! Sim, muitos países se destacam no IDH, principalmente os desenvolvidos e os emergentes. Infelizmente, os mais pobres, embora alguns tenham melhorado, ainda apresentam um IDH muito baixo, uma vez que a qualidade de vida da população é muito ruim. Os BRIC's se agrupam assim de acordo com o PIB, mas o IDH também acompanha esse índice. Mas não podemos nos esquecer de que os BRIC's são todos países subdesenvolvidos, portanto, os países mais ricos, em geral, apresentam IDH mais alto. Espero ter respondido. Até mais!

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Letícia! A África (que é um continente) e a Austrália (que é um país) tem apenas PARTE de suas terras na zona tropical (somente as partes que estão entre os trópicos de câncer e de capricórnio). Além disso, uma parte da Ásia e da América do Sul também estão nessa zona climática. Portanto, algumas dessas regiões tem vegatação parecida com a do Brasil, mas há exceções, pois há muitos outros fatores, além das zonas climáticas, que interferem no clima e na vegetação. Esses fatores estudaremos logo mais. Espero ter respondido! Até a próxima!

Iago 9ºE disse...

Olá professor, estou meio confuso em relação ao fluxo de capital estrangeiro (aspectos do subdesenvolvimento) será que você poderia me explicar novamente?
Abraços!

Iago 9ºE

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Iago! Vou tentar simplificar: capital estrangeiro pode ser o dinheiro que entra num determinado país, proveniente de um outro país (um empréstimo, por exemplo). Esse seria, portanto, um exemplo de fluxo de capital estrangeiro.
Entretanto, o fluxo de capital estrangeiro é bem mais complexo: a própria circulação de empresas transnacionais pelo planeta é considerado fluxo de capital estrangeiro, uma vez que uma empresa também é um capital.
Atualmente, as grandes transnacionais dos países do Norte estão interessadas em se instalar nos países do Sul. Lembra-se dos motivos que vimos ano passado? Por isso, hoje, o fluxo de capital estrangeiro (isto é, a entrada dessas empresas) nos países do Sul (principalmente nos emergentes) é muito grande.
Espero ter ajudado. Se ainda houver dúvida, escreva novamente, ok? Um abração...

Anônimo disse...

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,brasil-vai-ser-5-economia-do-mundo-antes-de-2015-diz-mantega,97429,0.htm
Professor, estávamos fazendo uma pesquisa e encontramos esta reportagem que achamos interessante.
Bianca e Helena 8ºC

Prof. Armando S. Neto disse...

Muito obrigado, meninas! Vou precisar dessas informações. Valeu!!!

Marina Bonadio disse...

Professor, eu achei umas charges bem interessante, acho que você iria gostar!! http://historiaon.files.wordpress.com/2012/06/africa-charge.jpg
http://4.bp.blogspot.com/__UHae_c3FmU/TL2RCxkpyUI/AAAAAAAAA9o/A0hWL7KfFbU/s1600/Charge+-+Copa+da+Africa+(web).jpg
http://3.bp.blogspot.com/-K_o4klSPqnI/Tbiu7C0rG0I/AAAAAAAAAWE/HVi7XS38c5A/s1600/charge-educacao-descaso.gif
http://1.bp.blogspot.com/-y91u4cz6I6E/TiLEk4OlkDI/AAAAAAAAAfI/YGiP0CtYL_E/s400/charge+sa%25C3%25BAde+p%25C3%25BAblica.jpg

Isabella Toscano disse...

Olá professor eu sou a Isabella Toscano do 9° ano D e achei dois videos que achei muito interessante, um fala sobre o japão e o outro sobre países desenvolvido e subdesenvolvidos!

http://www.youtube.com/watch?v=k1zvPkhF4wo

http://www.youtube.com/watch?v=r1T4UgS5upU

bjs e um ótimo fim de semana!

Prof. Armando S. Neto disse...

Isabella, obrigado pela dica! São mesmo muito interessantes, especialmente o vídeo sobre os países desenvolvidos e subdesenvolvidos, que aborda temas que estamos estudando. Já salvei os dois. Valeu, obrigado!!

Bia*-* disse...

Olá professor,gostaria de saber quais são as vantagens de um país ter uma grande extensão territorial, você pode me ajudar?Obrigada

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Bia!
A maioria dos países que apresentam grande extensão territorial também têm grande diversidade climática, o que propicia produção agrícola elevada e diversificada (o que significa a produção tanto de produtos de climas quentes quanto de produtos de climas frios e amenos). Além disso, por ser extenso, há maior possibilidade desse país oferecer abundante riqueza de recursos animais, vegetais e minerais.
Espero ter ajudado, Bia. Até a próxima...

Samuel 9°C disse...

Professor estou deixando aqui um link do site do MDS interessante que explica o Plano Brasil Sem Miséria da PresidentE Dilma. O projeto pretende erradicar com a miséria no Brasil, as pessoas que estão na miséria são aquelas que têm uma renda abaixo de R$70 por mês.

http://www.mds.gov.br/falemds/perguntas-frequentes/superacao-da-extrema-pobreza%20/plano-brasil-sem-miseria-1/plano-brasil-sem-miseria

Bia*-* disse...

Olá professor, estava estudando para a sua prova, e fiquei com um pouco de dúvida sobre o que é a densidade demográfica.Você pode me ajudar?Obrigada

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Samuel, eu já havia visto esse site, mas outro dia precisei dele a não encontrei o endereço. Agora está salvo. Valeu pela dica, muito obrigado! Um abração!

Prof. Armando S. Neto disse...

Bia, densidade demográfica (ou população relativa) é a quantidade de habitantes por quilômetro quadrado que existe num lugar.
Portanto, é bem fácil descobrir a densidade demográfica: basta dividir o número de habitantes do lugar pela sua extensão territorial (tamanho). Por exemplo, o Brasil tem 198 milhões de habitantes e 8,5 milhões de quilômetros quadrados, portanto, nossa densidade demográfica é de 23,2 hab/km2 (pois 198.000.000 dividido por 8.500.000 é igual a 23,2). Espero ter ajudado, Bia. Até a próxima!

Bia*-* disse...

Oi professor,achei essas charges interessantes! https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&docid=axuKhdEr1BzlqM&tbnid=cZ6ctFDIIc2dLM:&ved=0CAUQjRw&url=http%3A%2F%2Fnineecia.blogspot.com%2F&ei=KcdQUZrPMMKW0QG3n4HABQ&bvm=bv.44158598,d.dmQ&psig=AFQjCNGS4ws70HUABaFlbyNHrDbQlVVqiQ&ust=1364334743592470

https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&docid=axuKhdEr1BzlqM&tbnid=cZ6ctFDIIc2dLM:&ved=0CAUQjRw&url=http%3A%2F%2Fgeoconceicao.blogspot.com%2F2012%2F04%2Fdesigualdade-social.html&ei=jcdQUfLiKqaR0QGJ7IC4Aw&bvm=bv.44158598,d.dmQ&psig=AFQjCNGS4ws70HUABaFlbyNHrDbQlVVqiQ&ust=1364334743592470

https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&docid=9ugmN4V7YLc0EM&tbnid=lNVpemHw-oxn0M:&ved=0CAUQjRw&url=http%3A%2F%2Fdesniveissociais.blogspot.com%2F2010%2F04%2Fcharge-da-semana_22.html&ei=JMhQUYLgFcKW0QG3n4HABQ&bvm=bv.44158598,d.dmQ&psig=AFQjCNEh9m38vbJVdbcLxbutgMEoUUE36w&ust=1364334970756416

Bianca Lotti Bertucci nº4 8B

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Bianca!
As charges são excelentes. Já salvei todas elas e irei usá-las. Muito obrigado pelas dicas. Valeu!!

Iago 9ºE disse...

Olá professor, sou eu, Iago do 9ºE novamente, e estou com dúvidas em relação á vegetação do clima mediterrâneo, será que você poderia me explicar novamente? seria muito grato!

Abraços
Iago 9ºE

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá Iago! Bem, não sei exatamente qual é a sua dúvida sobre a vegetação. Vou tentar explicar um pouco, mas se sua dúvida persistir, por favor, volte a perguntar, ok?
A vegetação do clima mediterrâneo é adaptada a esse tipo climático: verões quentes e secos e invernos amenos e úmidos. É uma vegetação arbustiva e de pequeno porte (às vezes formada por arbustos, às vezes por gramas). Os dois principais tipos de vegetação mediterrânea são os maquis e os garrigues. Se quiser, aqui está um site para você visualizar essas vegetações:

http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Fauna-e-Flora/content/Matos-Mediterranicos?bl=1&viewall=true

Espero ter ajudado, Iago. Abração...

Prof. Armando S. Neto disse...

Anônimo disse...
professor é a marcela paola que saiu da escola sinto falta dos seus slides e do blog o senhor esta de parabens continua otimo e fala para os seus alunos aproveitarem pois na minha nova escola os professores nao fazem a metade do que o senhor faz nao desmerecendo o trabalho deles kkk mais é que o seu trabalho é incrivel saudades do senhor e de todos os professores do eduardo gomes

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Marcela! Eu não sabia que você havia saido do EG! Pensei que estivesse conosco no ensino médio! Que pena! Não há possibilidade de voltar?
Também sinto saudades de você e da sua turma, afinal, não tenho mais contato com quase ninguém. Fico muito feliz pelos seus elogios e quero que saiba que, se precisar de alguma ajuda, pode contar sempre comigo, ok?
Desejo a você muitas felicidades e espero te ver de volta. Mais uma vez, obrigado Marcela!!!

5 de abril de 2013 13:06

Anônimo disse...

Professor,
Eu gostaria de saber por que o PIB e o IDH não são uma boa forma de calcular o grau de desenvolvimento de um país?
Sumaya 8°B

Prof. Armando S. Neto disse...

Sumaya, como você enviou a mesma pergunta pelo e-mail, enviei a resposta por lá, ok?
Até mais...

Bia*-* disse...

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=321396744654680&set=a.209354212525601.45671.204965402964482&type=1&ref=nf
Professor achei interessante esta frase!
Bianca Lotti Bertucci 8B Nº4

Prof. Armando S. Neto disse...

Eu também acredito nessa frase, Bia, embora nem todos concordem com ela. Mas o importante é que cada um de nós tenha consciência da importância que o conhecimento representa para nossas vidas!Valeu, obrigado pela sua participação! Abração...

Douglas Beronildo Oliveira disse...

Seu Blog é muito interessante, muito rico geograficamente. Vou adicionar um link dele no meu blog

geoplanetaonline.blogspot.com.br

Prof. Armando S. Neto disse...

Bianca, é preciso explicar com suas palavras, caso contrário, não terá nenhuma validade, concorda? Mesmo explicando, você também poderá colar, mas não se esqueça de deixar o endereço (site) de sua pesquisa, ok?
Até a próxima...

Anônimo disse...


Caro professor não consigo publicar meu comentário como faço para conseguir


Vinicius

Prof. Armando S. Neto disse...

Vinicius, basta fazer como fez agora! Depois, basta aguardar a autorização que seu comentário será publicado! Abração...

Marina Bonadio disse...

Professor, eu estava pesquisando um pouco mais sobre o Apartheid e achei um site com algumas informações bem interessantes, não sei se já viu, mas o link é esse: http://racismo-no-brasil.info/mos/view/Apartheid/ !

Tem algumas leis aprovadas durante esse período e um pouco mais sobre o que aconteceu nessa época!

Prof. Armando S. Neto disse...

Muito obrigado pela dica, Marina. Eu não conhecia esse site. É realmente bem completo. Vou acrescentá-lo à matéria que postei sobre o apartheid, aqui no blog! Mais uma vez, obrigado!!!

Isabela disse...

Oi pai.Beleza? Eu só queria dizer que fui bem na prova de Geo. Beijos.

Isabela disse...

Oi pai.Tudo bem? Beijos.

Prof. Armando S. Neto disse...

Tudo bem, minha linda! E com vocês? Um grande beijo, Belinha e Nicks!!

Anônimo disse...

professor, aqui é a Lais do 8°B no exercício 2 da RC é para responder na tabela ?

Prof. Armando S. Neto disse...

Pode ser na própria tabela, Lais! Apenas os exercícios dissertativos (escritos) devem ser feitos no final da folha. Bom final de semana!

Anônimo disse...

Caro professor Armando eu queria saber se a 2 da rc pode fazer na tabela por favor responda o mais rapido que puder

V Terela 8B

Prof. Armando S. Neto disse...

Sim, a questão número 2 pode ser respondida na própria tabela. Apenas as questões dissertativas (escritas) deverão ser respondidas ao final da página. Abração.

Prof. Armando S. Neto disse...

Anônimo disse...
Professor, sou da área do direito, mas estou estudando pra concurso e tenhuo umas dúvidas bastante ridículas...é que nao entendo nada de geografia e nunca tinha visto um desses gráficos antes, mas consegui entender muito bem como ele funciona a partir de suas explicações.
É o seguinte: como o senhor consegue identificar a estação do ano somente analisando o climograma como fez ao afirmar que o verão desse exemplo ocorre no meio do ano?
Em quais meses as estações costumam inicar/findar?
Se entendi bem, vc deve conhecer as características de cada clima para saber de qual tipo se trata somente pela análise do climograma né? O senhor pode me explicar quais as características mais marcantes dos sete tipos de clima brasileiros?
13 de janeiro de 2014 11:43

Prof. Armando S. Neto disse...
Olá! Bem, vamos por partes:
Aqui, no hemisfério sul, o verão vai de dezembro a março; o outono, de março a junho; o inverno, de junho a setembro e a primavera, de setembro a dezembro.
No caso do climograma apresentado na explicação, podemos perceber que as temperaturas mais elevadas (linha vermelha)ocorrem em julho/agosto, portanto, indica o verão (lembre-se de que, no hemisfério NORTE, o verão ocorre de junho a setembro, pois lá, as estações do ano ocorrem de forma inversa ao hemisfério sul). A partir daí, é possível estabelecermos o período das demais estações através do climograma.
Contudo. dependendo das características do clima apresentado no gráfico, torna-se mais difícil fazermos esse tipo de análise. Por exemplo, no clima equatorial, onde as chuvas são regulares durante o ano todo e as temperaturas são sempre elevadas. Por isso, como você afirmou, é necessário conhecer as características de cada clima. Nesse espaço reduzido, não me é possível descrever cada um deles, mas deixo este link, que os descreve detalhadamente.

http://www.brasilescola.com/brasil/clima-brasileiro.htm

Se preferir poderá, também, utilizar o espaço disponível neste blog para tirar suas dúvidas via e-mail, o que facilita as respostas mais extensas, uma vez que poderei enviá-las para o seu e-mail.
Bem, espero ter ajudado. Quaisquer dúvidas, sinta-se à vontade para perguntar, ok? Um abraço e boa sorte em seu concurso!

Haroldo J. A. Mathias disse...

Parabéns pelo blog !
Excelentes conteúdos !

Bia*-* disse...

https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&docid=uBg5ZBScoVw1vM&tbnid=T-KhiOymYP5jMM:&ved=0CAUQjRw&url=http%3A%2F%2Flinhaslivres.wordpress.com%2F2012%2F01%2F&ei=A2hYU7bQL-LL8AHwqoHIDA&bvm=bv.65397613,d.aWc&psig=AFQjCNGpvMAx9J8Yhk_oEgZh7cFzmES_lQ&ust=1398388945456671 professor achei interessante esta charge, se o senhor quiser dar uma olhada,está ai
BIANCA LOTTI BERTUCCI 9ºB Nº3

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Bianca! Infelizmente não consegui abrir o link. Se puder, por favor, envie novamente. Fiquei curioso! Ainda assim, muito obrigado!

Felipe Reis disse...

Parabéns professor! O blog é muito bom e o conteúdo também!

Felipe Reis 8E

Ryan Wisler disse...

Hello It's me again! Do u remember me Mr. Neto? I was searching for study blogs that I've surfed times ago, and I found this one and remembered how it helped me. There's a very good material here, it continues with the same excellence! So I took the liberty of pointing your blog on connections to learn, a famous portal of education that we use here in America! Thank you and good job again! Im very happy for your attention with my last comentary, and I saw that it is wanted in other countries too!

Prof. Armando S. Neto disse...

Hello Ryan! Yes, I remember you! Hope you're having success in academics!
Well, I created this blog to help my students of the college, but fortunately, he has been sought after by many people in Brazil and abroad. So, I'm glad your statement and keep on hand for when you need it. At the college where I teach, there are many students in the United States making exchanges. They are very fond of the country. When you can come visit Brazil! Be very welcome!

Mirella Chessa disse...

Boa noite, professor, tudo bem?
É a sua ex-aluna, Mirella Chessa, atualmente no 2° ano C.
Lembrei-me de você no momento em que participei de uma discussão sobre este atual problema mais conhecido como Crise da Água. O evento ocorreu na FNAC, na semana passada e foi promovido pela revista Carta Capital. Nela havia um professor da USP e outro da UNICAMP. A discussão promoveu um aumento significativo na obtenção de informações sobre este problema.
Como não consegui gravar a discussão, procurei no próprio site da revista e pensei em te mandar.
Segue o link: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/crise-da-agua-em-sao-paulo-e-gerida-de-maneira-politica-diz-professor-da-usp-7682.html
Obrigada pela atenção.
Um beijo,
Mirella.

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Mirella!! Que bom te "ver" aqui novamente! Nunca me esquecerei de suas participações tão pertinentes. Essa é uma das suas características que colaboraram para que você chegou onde está hoje. E isso é apenas o início!! Você terá um futuro incrível!!!
Bem, só tenho a agradecer pela lembrança. Vou acessar seu link e ficarei honrado em poder acessar um tema tão importante abordado por pessoas de alto gabarito (e o que é mais incrível: você estava lá!!). Muito obrigado Mirella!! Agradeço-lhe imensamente. E, mais uma vez, PARABÉNS!!!

Cristina Ramos disse...

Professor Armando
Parabéns pelo seu trabalho, exelente!

cristina Ramos, professora da rede pública e particular de ensino médio da cidade do Rio de Janeiro e autora do blog Salageo.
Agradeço muito a indicação do salageo no seu blog e agora que conheci e aprovei o seu trabalho, vou indicar o seu blog colocando um link de acesso pelo Salageo.
Mais uma vez parabéns pelo seu trabalho.

Prof. Armando S. Neto disse...

Olá, professora Cristina! Acompanho seu blog há algum tempo, e o indiquei pela qualidade. Muito obrigado pelas considerações! Se eu puder ajudar em algo, será um prazer. Parabéns pelo trabalho e pela difícil arte de ser professor!

Anônimo disse...

Boa noite, professor!
É a Mirella Chessa, do 2ºC.
Estive pensando mais detalhadamente sobre a famosa crise hídrica, a qual já citei em um comentário anterior.
Analisando a situação em que nós, paulistas, em sua maioria, estamos sofrendo, cheguei à seguinte dúvida: a crise hídrica é um problema eventualmente político ou geográfico?
Sabe-se que a má administração da água foi uma grandíssima influência para que o problema da crise viesse à tona, porém, andei me questionando sobre fatores geográficos como la niña, el niño, correntes marítimas, massas de ar, entre outros fatores, além de o desmatamento de florestas. Houve alguma alteração geográfica, além da política? Já que a água não seja finita, uma vez que cumpre um ciclo.
Muito obrigada, professor!
Boas festas e um beijo!
Mirella Chessa

Prof. Armando S. Neto disse...

Oi Mirella!
Sinto muito prazer em discutir questões tão importantes. E você sempre colabora muito para isso!
Bem, a mim não resta dúvidas de que são diversas as causas do problema em questão, e duas delas são fundamentais: a questão política, uma vez que as obras de manutenção e prevenção dos recursos hídricos foram negligenciadas pelo Estado e a questão geográfica-biológica, uma vez que o índice pluviométrico permanece muito abaixo do normal, por motivos diversos , como o El Nino, que até agora "não deu as caras". Contudo, eu incluiria um terceiro fator (socioeconômico) que é o desmatamento da Amazônia. A floresta amazônica é responsável por grande parte da chuva que cai aqui no sudeste. A umidade da Amazônia vai ladeando a Cordilheira dos Andes e segue em sentido sul (são os chamados "rios voadores") até atingir o sudeste. Mas o desmatamento também colaborou para reduzir a umidade que vem de lá e, nesse caso, a meu ver, é uma questão socioeconômica e também - por que não? - política. Bem Mirella, esse é o meu ponto de vista. Gostaria de saber o que você pensa a respeito, já que participou de discussões sobre esse assunto. Obrigado, Mirella, boas festas a você e aos seus!!! Aguardo seu parecer!! Um beijo!

Anônimo disse...

Boa noite, professor, é a Mirella.
Minha opinião é semelhante à sua, uma vez que tudo que acontece não dependa exclusivamente de um único órgão, sendo, portanto, consequência de outros fatores para que ocorra uma suposta seca.
Na FUVEST, caiu uma questão com a mesma ideia sobre o assunto que discutimos, dê uma olhada: http://www.fuvest.br/vest2015/provas/fuv2015.1fase.V.pdf
É a 21ª questão e a alternativa correta é a E.
Muito obrigada pela explicação, professor. Como sempre, o senhor muito esclarecedor nas explicações!
Saudades,
Boa noite.
Beijos!

Anônimo disse...

Hello teacher, all right?
My name is Chloe, I live in the United States.
I was studying and I found this blog, I want to be a teacher of geography :D !!
I'm just going to say congratulations, because this is a great blog and wanted to ask a question: in Brazil there are many earthquakes? Why? (I know I should know this, but no teacher told me this)
Thank you, hug !!

Prof. Armando S. Neto disse...

Hello Chloe, I'm fine, thank you. And you?
Thank you for your thoughts on the blog. I use it as a tool to make my lessons more interactive. Glad to know that you like Geography and aims to be a teacher! I hope you feel accomplished!
Well, here in Brazil there are no earthquakes of considerable proportions, as our geological structure is very old. Also, we are far from tectonic fault which is west of South America. It rarely occurs some small seismic shock in some isolated region of the country, but generally caused by some rocks accommodation. But are only small tremors.
Well, I have helped you in your questions! If you need, feel free to get in touch!
A hug!

Anônimo disse...

Hello! It's Chloe again.
Thank you teacher!
But where these small earthquakes happen?

Prof. Armando S. Neto disse...


Hello Chloe! Brazil is a country of vast territory, almost like the United States. Therefore, there are earthquakes in various places. In recent years, there have been mainly in the northeastern states and also in Minas Gerais, in the southeast. But already occurred in several other regions of the country. There is a website where you can look at a map of Brazil with the places where major earthquakes have occurred. This site informs that earthquakes occur constantly, but it is important to note that most of them are imperceptible. Here he is......

http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/galeria/detalhe.php?foto=351&evento=5

And you Chloe, which lives in the US region? Earthquakes occur in your area? Recently I discussed with my students the formation of tornadoes in the United States, due to relief that favors the entry of hot air masses (the south) and cold air masses (at northern Canada). There tornadoes in your state? Well, I have helped! If you need more information, I will happy to help you Chloe! In my facebook I get lots of information about Brazil and World Geography, through specialized pages. If you want to add me on your facebook, look for Armando Neto. I send this information to you. I think it's not hard to translate. A hug!




Anônimo disse...

Hi teacher, here is Chloe!
I live in Texas, specifically in Dallas here many earthquakes happen, has happened a few times to me, shook my table already. In my kitchen cabinets have locks that always leave closed if happen any earthquake, will not drop anything. (in Brazil there are also these locks?)

Here's a site I found, I hope you understand: http: //pt.earthquake-
report.com/2014/11/23/minor-earthquake-northern-texas-on-november-23-2014/

Here also they happen hurricanes, but not as much as earthquakes.
Could you explain a little more about tornadoes in the United States?
Thank you!

Prof. Armando S. Neto disse...

Hello , Chloe ! I was surprised to know that there earthquakes in Texas. I always knew that in the United States, the greatest opportunity for earthquakes are on the west coast , due to tectonic faults present there. As you said, here in Brazil earthquakes do not occur in intensive , so there is no kind of preventive measures. As for tornadoes in the United States , in general, occur in the south central region of the country , where the terrain is flattened ( plains ) . The masses of cold air coming from the north of Canada , and the masses of hot air , entering through the southern United States , passing through the plains and are closed by the eastern plains and the western mountains . During the fall and spring this encounter can generate strong tornadoes . Fortunately there were few tornadoes in your area. They occur with great intensity in Oklahoma. Thank you for sending the e-mail address . Me was very helpful. A hug, Chloe !

Anônimo disse...

Hello teacher! It's Chloe Can you talk about the earthquakes in Texas for your students, please? And tell me what they think about it...
A hug!

Prof. Armando S. Neto disse...

Hello Chloe ! We're almost in the holiday period , so the subject was closed. I did not talk specifically about Texas, but in general , about the US central plains . I told the students that this region is less likely to earthquakes than on the west coast of the country where the occurrence of earthquakes is high. It issoI A hug .

Érica disse...

Seu blog é mto legal! Estou começar a lecionar Geografia, vou usar um monte de coisa...tudo bem?? Parabéns e obrigada por compartilhar.

Anônimo disse...

professor eu estava estudando pra prova ( bem em cima da hora eu sei ) mas me surgiu uma duvida , quando calculamos o PIB fazem a soma de toda a riqueza produzida em um país ,e quando precisamos calcular o IDH oq se faz ?

Prof. Armando S. Neto disse...

Para se calcular o IDH há uma equação complicada em que se leva em consideração as médias da expectativa de vida (para a saúde), da renda per capita (para a renda) e o tempo de estudos (para a educação). Com essas médias, a ONU calcula o IDH de cada país. Espero ter ajudado!

Robinho disse...

Passando, como fã desse blog, para divulgar meu canal no Youtube: conversê de professor.